13 de dezembro de 2009

Ideia fixa.


Segue o dia,
E outra noite vem,
Eu só penso em uma maneira de parar.
Parar de pensar, de querer, de respirar.
Você...
Por que você?
De tantas encrencas, de tantas confusões...
Eu podia escolher tantos erros,
mas escolhi você.

Um comentário:

Ana Luiza Verzola disse...

Queria poder entender a sina de escolher sempre o errado. No final, a pessoa certa, como diz algum texto perdido por aí, é a pessoa errada? O risco existe, sabemos e conhecemos muito bem. Hahaha

Postar um comentário

 

Designed by Simply Fabulous Blogger Templates